Sobre Nós

Nossa História

História

"A Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo" nasceu espiritualmente no dia 28 de março de 1994, na sede do Ministério da Palavra da Fé e residência dos Pastores Valnice Milhomens, José Júnior e Ielane Mendonça, em São José dos Campos, Estado de São Paulo, à mesa do Senhor, logo após o batismo de dois seminaristas católicos, convertidos pelo programa de televisão, "A Palavra da Fé", sob um comando do Espírito de Deus, dado à Pra. Valnice, com a promessa: "O Espírito vos guiará a toda verdade”. No dia 20 de junho do mesmo ano, reuniram-se as congregações "Palavra da Fé” para se constituírem oficialmente em "Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo”, com uma vocação definida: "Sai de Roma, e volta para Jerusalém!”

HISTÓRIA INSEJEC NOVA FRIBURGO

Nova Friburgo, o primeiro Altar do Senhor na América Latina.
Em 1998, Deus no Seu Plano estratégico de conquista, começou a delinear para nós estratégias de ações para efetivar a tomada de territórios específicos (territórios são pessoas, famílias, cidades e nações).
Algo novo começava a acontecer. Uma nova investida do Espírito do Senhor. Um projeto específico, para uma cidade específica:
NOVA FRIBURGO, O PRIMEIRO ALTAR DO SENHOR NA AMÉRICA LATINA.
Tudo começou com uma visão de Deus em nossos corações. Em Deus, foi firmada uma aliança que estabeleceria as bases para as ações a que seguiriam sempre dirigidas pelo Senhor.
Ainda em 1998, foi aberto o Comando de Oração pela cidade a que seguiriam os Atos Proféticos declarando a quebra do domínio das trevas sobre Nova Friburgo, anunciando um novo mover do povo de Deus na cidade. Em 1999, a primeira Célula foi aberta como um braço da INSEJEC Niterói, sob duas direções específicas dadas pelo Senhor:
- Não despreze os pequenos começos;
- Não se aparte jamais da simplicidade.

1999 - Eis o comando do Senhor: Abra a Congregação.
E como um pequeno povo, precisamente onze pessoas, incluindo as crianças, começamos a nos reunir como um ato profético, anunciando tempos de restauração, unidade e avivamento para a Igreja e para a cidade. Assim, o ano de 2000, marcava uma nova etapa na história da cidade e das nossas vidas: Foi realizada a primeira Marcha para Jesus pelo Conselho de Pastores.
10 de setembro de 2004, subitamente fomos surpreendidos: A decisão da Apóstola Valnice Milhomens, nossa Líder Nacional, nos organizou como Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo em Nova Friburgo.
Um novo tempo estava começando.
Nossos sonhos, nossos projetos começavam a ganhar forma com todo o povo motivado e envolvido com o crescimento e fortalecimento da visão do Amor de Deus pelas vidas. Como consequência, nossa responsabilidade também era maior.
E, assim, prosseguimos para o alvo, e dia-a-dia o Senhor tem acrescentado aqueles que vão sendo salvos e batizados em Cristo bem como aqueles que têm se identificado com esta Igreja que, na sua simplicidade, tem buscado cumprir o chamado do Senhor.
Que Deus, na Sua maravilhosa Graça, nos faça prosperar em nossa jornada!
Este é o tempo em que o Espírito de Deus estará levantando uma Igreja que vai cumprir Seu chamado profético. Onde não há distinção entre homem e mulher, jovem e velho e posição social. Todos são alvo do derramamento do Espírito Santo e todos são chamados para serem canais poderosos de Deus para a sua geração, a fim de proclamar as Grandezas do Senhor.
Precisamos ser revestidos do Poder do Espírito Santo, conhecer Sua voz e obedecer, prontamente, Sua Palavra de autoridade. Precisamos desejá-Lo e buscá-Lo de todo o coração e com toda a nossa alma e força, ansiando por ser revestido de Seu Poder, e refletir a Glória do Senhor para testemunhar Salvação em Cristo Jesus.
                    Pra. Presidente: L. Nazareth Fontoura

Nossa Visão
       Nossa Visão

Introdução


A Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo em Nova Friburgo é composta por discípulos de Cristo, alicerçados nos Princípios da Palavra de Deus e fundamentados para o trabalho no Reino de Deus. Vivemos nesta geração para sermos participantes no Corpo de Cristo e não meros espectadores. O "Evangelho de Cristo, é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê”( Rm.1:16.)

Acreditamos nesta verdade e, portanto, temos uma visão de conquista e de evangelizar e testemunhar a toda a classe de perdidos; amá-los como Jesus nos amou, a ponto de vir dar a Sua vida por nós e nos ensinar seus caminhos, sem nenhum formato senão Ele mesmo como padrão supremo, mas infundindo em cada um o Seu profundo Amor, que vai trabalhando em nós a consciência do significado da Aliança de Deus, nos limites do domínio-próprio, buscando a santificação do Espírito na liberdade dos filhos de Deus. “Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”. (Jo.8:26)

Visão Geral
A Redenção do Brasil e de todos os povos.

Visão Estratégica
Evangelismo através das Células multiplicadoras e discipulado através dr grupos de líderes.

Visão Discipulado
Cada Discípulo um Líder e em Cada Casa uma Célula

A Visão
Fomos chamados à conquista. Isso demanda de nós uma consciência militante. Somos soldados da cruz com o propósito de saquear o inferno e povoar o céu, estabelecendo o Reino de Cristo na Terra. Para tanto urge que tenhamos uma mentalidade de conquistadores ousados. Isso necessariamente exigirá de nós uma postura interior de estrategistas dominados por uma visão cristalina. Só assim nos lançaremos a desenvolver um programa organizado de metas claras, que se constituirão a missão de nossa vida, com o propósito de ver 
a visão que nos consome completamente materializada. Portanto, consideremos agora a visão da nossa vida e como levá-la a cabo com sucesso.

Uma Garantia
Jesus manifestou uma inabalável convicção, ao dizer: "E este Evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, para testemunho a todas as nações, e então virá o fim" (Mt. 24:14). Ele garante que o plano de redenção para o qual viera ao mundo será plenamente consumado.

Uma Estratégia
Para que a pregação do evangelho atinja toda a Terra, Jesus estabeleceu uma estratégia de ação, confiando-a aos Seus discípulos: "Fazei discípulos de todas as nações...batizando-os...ensinando-os a guardar tudo o que vos tenho ordenado..." (Mt. 28:19).

Uma Promessa
Pouco antes de ser assunto ao Céu, o Mestre prometeu a capacitação para que a estratégia pudesse ser seguida: "Recebereis poder; ao descer sobre vós o Espírito Santo e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária e até os confins da terra" (At. 1:8).

Uma Visão
Diante de todo esse programa que visa levar os homens de volta para o Pai, Ele revela, através de João, a visão que dEle jamais se aparta, descritas nestas palavras: "Depois destas coisas olhei, e eis uma grande multidão, que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, que estavam em pé diante do trono e em presença do Cordeiro, trajando compridas vestes brancas, e com palmas nas mãos; e clamavam com grande voz: Salvação ao nosso Deus, que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro" (Ap. 7:9,10 - Ler todo o capítulo).
Concluímos que Deus tem uma visão e dela não se aparta: Uma multidão de redimidos representantes de todas as nações da terra. Certamente Ele sabe que se levantará na terra uma geração da igreja de Cristo que captará a visão do seu coração, dará ouvidos aos mandamentos de Jesus e abraçará Sua estratégia, fazendo da grande comissão a missão de sua vida. Essa geração será Seu canal para materialização da Sua visão.
Nosso grande desafio hoje é ser essa geração. Gosto de dizer: "Pai no que depende de mim será a minha oração." As refeições gosto de orar: "...e que em nossa geração seja cumprida a Grande Comissão e possamos ver o avivamento profetizado em Joel 2:28-32." Temos que nos assegurar que em nossa geração Mateus 24:14 será uma realidade.
O mundo começa onde nos encontramos. Nossa responsabilidade também. Ali esta a nossa Jerusalém. O Brasil, ou sua nação, é nosso primeiro território, sem perder de vista os confins da terra. Temos responsabilidade de alcançar a nossa geração. Ela passará conosco. Se não for evangelizada por nós, estará irremediavelmente perdida.
                                      


Nossa Missão

Reconhecendo que Cristo estabeleceu os Dons Ministeriais da Igreja (Efésios 4:11-16) para possibilitar o cumprimento da missão de alcançar o perdido e levá-lo a um processo de discipulado, até que alcance a maturidade espiritual, evidenciada no caráter e no serviço cristão; compelidos pela Grande Comissão, e confiando na habilidade do Espírito Santo, estabelecemos, pelo poder do Espírito Santo, em nome de Jesus, praticar o discipulado em todas as suas implicações, como segue:

  • Evangelizar todas as classes de descrentes;
  • Libertar os oprimidos do diabo;
  • Curar as enfermidades físicas, emocionais e espirituais;
  • Integrar os convertidos na vida da igreja;
  • Ensinar todo o conselho de DEUS;
  • Treinar (equipar os discípulos para exercerem a obra do ministério;
  • Enviar os discípulos a reproduzir a missão.

Nossa Missão
Share by: